Como a Gestão de Infraestrutura pode agregar valor ao negócio

O tema pode parecer ultrapassado, mas em uma época de transformação digital e de constante necessidade por atualização, agilidade e eficiência, uma boa gestão de infraestrutura pode ser o diferencial entre uma TI que agrega valor ao negócio e uma que apenas corre atrás das demandas geradas pelo negócio.

Considerado o pai do controle da qualidade moderna e grande difusor do método PDCA, mais tarde chamado por ele PDSA, Edward Deming cita a célebre frase: “Não se gerencia o que não se mede, não se mede o que não se define, não se define o que não se entende e não há sucesso no que não se gerencia”. Por este ponto de vista, o primeiro passo relevante é conhecer e medir sua infraestrutura para então entender as necessidades, definindo quais são as prioridades para melhorias e por fim gerenciar a infraestrutura de modo a inseri-la no ciclo PDSA.

Processos e ferramentas de inventário de hardware e software e monitoramento dos recursos, aliados a uma auditoria periódica, são formas de conhecer o ambiente e mantê-lo no controle. A partir da avaliação destes dados, podemos analisar pontos de falha e iniciar o entendimento de necessidades de melhoria. Quanto ao gerenciamento da infraestrutura, além dos processos citados anteriormente, um bom processo e ferramenta de ITSM agregam valor no momento de tomadas de decisão e facilitar as ações diárias.

Gestão de infraestrutura vai além de gerenciar servidores e seus recursos. Boas práticas como ITIL e Cobit, métodos ágeis, equipes capacitadas, tecnologias adequadas e a evolução constante do ambiente são importantes para a entrega de valor ao negócio. O valor só é gerado quando os usuários de um serviço percebem este em termos de garantia e utilidade; quando precisam acessar o recurso e está disponível, o que se traduz em garantia; quando os serviços removem restrições que o usuário possui, ou seja, é útil! Proporcionar o valor na utilização dos serviços e se antecipar as necessidades do negócio são fatores que todas equipes de gestão de infraestrutura de TI deveriam buscar constantemente.

Uma alternativa que pode ser valiosa para empresas e grandes equipe de TI é a terceirização de parte de sua infraestrutura com equipes especializadas. Dessa maneira, é possível garantir que ferramentas específicas como backup, e-mail, diretório de ativos, servidor de arquivos, monitoramento, dentre outros, estão sob a administração de times resilientes e prontos para a entrega de valor necessária. Além disso, as equipes de TI podem focar no que é mais importante, entender as necessidades do negócio e ajudar no crescimento da corporação!

Iniciar um ciclo de melhoria e reformular a gestão de infraestrutura de TI não são atividades de segundo plano. As tecnologias estão mudando constantemente e a demanda do negócio não para de evoluir. O pontapé inicial depende apenas do interesse e vontade de evoluir sua gestão de infraestrutura de TI. Comece agora!