Os desafios da GSTI na atualidade

Inúmeros são os desafios encontrados na Gestão de Serviços de TI (GSTI) na atualidade. Com o advento das tecnologias, a busca constante por inovação e maior eficiência nos processos de negócio, os times de TI se veem a mercê de serem engolidos pela onda de informações a qual são submetidos diariamente.

Alinhamento estratégico com o negócio, segurança da informação, manter o ambiente tecnológico atualizado e garantir a disponibilidade dos serviços de TI, são desafios que podem se mostrar complexos, mas que precisam ser dominados.

O ITIL (Information Technology Infrastructure Library) possui uma biblioteca completa de informações e boas práticas de mercado. Ao adota-las e adapta-las à maturidade de cada organização, poderemos mitigar os riscos e aumentar nossa eficiência dentro da GSTI.

Um dos pontos chave é o alinhamento estratégico com o negócio de sua empresa. Através dele conheceremos as demandas do negócio e poderemos planejar melhor itens como capacidade do ambiente, atendimento adequado e níveis de serviços que sejam dimensionados para a real necessidade das áreas de negócio.

Aliada a estratégia, está a busca pelo aumento da segurança da informação. Da mesma maneira podemos estruturar nossa gestão de serviços provendo tecnologias e processos que sejam pautados por uma política de segurança estruturada, que preveja pontos de falha. Além disso, ferramentas tecnológicas como Firewall de terceira geração e Antivírus corporativo também irão auxiliar na operação. Claro que produtos sem processos, pessoas e parceiros não serão suficientes. Os 4 P’s que acabamos de citar são os pilares de uma GSTI moderna e consolidada.

Manter o ambiente tecnológico atualizado é uma eterna preocupação para a equipe de TI. Quando falamos de atualização tecnológica, não estamos falando apenas de ultimas versões de produtos e novas funcionalidades, mas também de pacotes de segurança e atualizações necessárias para a estabilidade da rede corporativa. Serviços de atualização automática que sejam gerenciáveis são de grande valia para auxiliar nessas questões e otimizar o tempo dos envolvidos na gestão e administração do ambiente. As substituições de equipamentos e investimentos de TI, são essenciais que sejam discutidas e programadas em orçamento, garantindo a evolução do parque. Isso tudo devidamente alinhado ao primeiro ponto que discutimos que é alinhamento estratégico com o negócio.

Por fim, mas não menos importante a disponibilidade dos serviços de TI. É impossível que um serviço seja percebido com valor se não conseguimos garantir a disponibilidade do mesmo. Avaliar tendências, criar um monitoramento de todos os componentes de TI e trabalhar nos investimentos de atualização da tecnologia irão auxiliar na melhoria da disponibilidade e consequentemente na satisfação das áreas de negócio.

Os desafios da GSTI vão além dos citados nesse artigo, mas estes estão entre os principais pontos que corporações tem dificuldade de manter e evoluir. Temas como gerenciamento de incidentes, requisições, problemas e mudanças na grande maioria das vezes já estão controlados ou sendo evoluídos. É válido ressaltar que independentemente do tamanho da corporação, uma gestão de serviços bem estruturada e utilizando-se de boas práticas como o ITIL, agrega valor e agiliza processos para todas as áreas! Invista tempo em planejamento e estruturação de sua GSTI para reduzir o tempo que sua equipe passa resolvendo problemas que podiam ter sido previstos e mitigados!